Notícias
História
Galeria
Caracterização
Localização
Livro de visitas
Orgãos autárquicos
Obras
Painel Informativo
Regulamentos
Contactos
 
jfreg
 
Caracterização

densidade

A população de Ala tem rondado os cerca de 750 habitantes, contando com 573 eleitores recenseados. Estima-se que a população jovem corresponda a 10% do total de residentes, enquanto cerca de 20% referem-se a idosos.

As produções de cereais, batata e azeite destacam-se dentro da agricultura, a principal actividade económica da freguesia. A pecuária tem também um peso importante, com a criação de gado bovino e ovino. Cerca de um quinto da população trabalha em pequenas e médias empresas, nomeadamente de serração de madeiras e de serralharia civil, bem como de extracção de cortiça.

A nível educacional, são três as escolas de primeiro ciclo do ensino básico existentes em Ala.

Orago: S. Caetano.
População: 750 habitantes.
Festas e romarias: Santo António, em Ala (13 de Junho) e Meles (1.º fim-de-semana de Junho); S. Caetano, no 2.º sábado de Agosto; e S. Roque, no brinço, a 1 de Novembro.
Património cultural e edificado: igreja matriz e capelas de Nossa Senhora da Conceição e de S. Roque; fonte na rua do Outão, construída em 1816.
Artesanato: rendas e bordados regionais, com enfoque nas toalhas e colchas.

A nível associativo, há três colectividades na freguesia:
Associação Cultural e Desportiva de Ala;
Associação Filarmónica do Brinço;
Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Meles.

No capítulo das tradições, são várias as que ainda passam de geração em geração, com as mais comuns a serem a matança do porco e o cantar dos reis. A 6 de Janeiro, era costume haver grupos de homens e de mulheres a cantarem os reis porta-a-porta, sobretudo às casas de famílias mais abastadas. As quadras, rimadas, costumavam honrar os membros da família, a começar pelo chefe da casa. Como agradecimento, as famílias abriam as portas para os cantores comerem produtos típicos como enchidos, pão-de-ló, marmelada, nozes e castanha assada.

Há ainda jogos populares que continuam a ser habituais em Ala. A relha é jogada por duas ou quatro pessoas, que arremessam um ferro em forma de trapézio com um punho denominado maozeira ou agarradouro. Este ferro é balançado várias vezes entre as pernas até ser arremessado, ganhando quem o atirar a maior distância.
Outro jogo popular é o fito, que se joga com duas pedras (de pé e a uns 10 a 20 metros de distância) e dois marcos. O objectivo dos três jogadores é derrubar o fito (o marco de pedra) ou, não o conseguindo, ficar o mais perto possível. O derrube vale quatro pontos e a pedra mais próxima vale dois, ganhando quem chegar primeiro aos 40 pontos.